ERA UMA VEZ…

Desde criança sonhava como a maioria de nós com certeza, em ter uma família grande e forte, mas sobretudo forte e unida e que continuasse firme apesar… dos ventos, das chuvas e das tempestades. As marcas que podem ser forjadas dentro de casa e principalmente nos primeiros anos de vida, são inimagináveis. O que vemos, ouvimos e o que fazemos, sem dúvida, marcarão o que seremos. Decidi em meu coração que ser mãe é um propósito eterno, que não pode ser delegado, que cada filho é único e que um caminho seguro e correto deve ser construído para que eles possam percorrer a vida. Conhecemos o Senhor e entendemos por meio da Palavra que toda pergunta e todo desafio tem uma resposta, mas não basta encontrá-la ou dizê-la, é preciso vivê-la, transmiti-la e fazê-la diariamente em meio às rotinas do dia a dia. Iván Camilo, Juan Sebastian e Santiago cresceram ouvindo a Palavra e melodias de louvor e adoração. Aprenderam a amar a leitura, a ser muito organizados em suas coisas e a guardarem seus corações como o bem mais precioso. Tivemos momentos maravilhosos e alguns muito difíceis, enfrentamos juntos doença, morte, escassez, mas permanecemos firmes pela Graça de Deus.

 

Hoje fico feliz em ver que essa mesma marca está sendo gravada no coração de Ezequiel, Mariana e Emanuel, nossos netos.

Susanna Wesley era uma mulher inglesa (1669-1742) cuja influência atingiu muitas partes do mundo. Era a caçula de uma família de 25 filhos, cresceu no meio de um lar crente. Embora não tenha recebido educação formal, aprendeu a ler com o pai e os seus irmãos e tinha um conhecimento admirável. Aos 19 anos, casou-se com Samuel Wesley, que passava muito tempo fora de casa, então ela assumiu a responsabilidade de educar seus filhos, praticamente sozinha. Teve 19 filhos, mas 9 deles morreram nos primeiros anos de vida. Esta mulher corajosa apesar de ter tanto trabalho em casa, sempre encontrou maneiras para dedicar um momento exclusivo a cada um deles, também pôde dar uma excelente educação tradicional e bíblica a todos. Embora a educação para meninas fosse limitada naquela época, ela ensinou para as filhas exatamente o mesmo que para seus filhos.

 

Em uma casa cheia de crianças, onde era difícil encontrar um lugar tranquilo, ela conseguiu priorizar seu relacionamento com Deus, dedicando duas horas por dia à comunhão com o Senhor e à leitura de Sua Palavra. Pegava sua bíblia, sua cadeira favorita e cobria sua cabeça com um avental. Todos em casa sabiam e não a interrompiam, a menos que fosse uma emergência. Nas tardes de domingo ensinava a bíblia aos seus filhos, mas seu conhecimento e a sua habilidade de se comunicar faziam com que muitos quisessem assistir seus estudos familiares, dois de seus filhos Charles e Jhon revolucionaram o cristianismo graças a formação que receberam em casa.

 

Estabelecer a comunhão com o Senhor como parte de sua vida de forma genuína, visível e prática, será o melhor exemplo para suas gerações. A leitura da Palavra, o tempo específico para cada membro de sua família e o amor de Deus farão de você uma mulher sábia que edifica sua casa. Lembre-se de que somos mulheres de influência.

 

Pastora Claudia Wilches

Versículo para estudar:

DESAFIO:

  • Trace um caminho de oração pessoal e familiar.
  • Tenha pelo menos um encontro quinzenal com cada um de seus filhos, um momento especial para ouvi-los e para ensinar os princípios de vida.