QUANDO AS ONDAS BATEM

Casei muito jovem e minha família começou a crescer rapidamente, e também os compromissos financeiros. Junto com meu marido, vivíamos cada dia como uma conquista. Passávamos por momentos difíceis: palavras erradas, atos que deixavam feridas no meu coração, coisas que nunca pensei que experimentaria na minha casa. Parecia um barco batendo na água prestes a afundar, mas o plano de Deus estava em movimento.

 

Meu marido conheceu Jesus em uma célula, ficou de joelhos e quando se levantou, era realmente outro homem! Por muito tempo não acreditei em sua mudança. As profundas feridas em meu coração não me permitiam ver o que Deus havia feito nele. Por isso, depois de muito tempo e de muitas discussões em casa, pedi que ele fosse embora. Ele, frustrado, pegou suas malas e saiu pela porta. Quando eu vi que estava saindo de casa meu coração bateu forte e naquele exato momento Deus usou sua vida para trazer a convicção de pecado a minha. Naquele momento ele se virou e disse: “Mariela, que o Senhor cuide de você”. Não passou muito tempo e essas palavras ecoaram na minha cabeça. Senti como Deus se revelou na minha vida e o temor Dele veio até mim, fiquei de joelhos e disse: “Esteban, mostre-me o seu Deus e como posso me relacionar com Ele”. Daquele dia em diante minha vida foi totalmente diferente.

 

Deus usou essas grandes dificuldades em nossa casa para nos levar a Ele e o Senhor se tornou meu maior refúgio. Encontrei em Deus esperança, amor e perseverança para acreditar que tudo ficaria bem. Todas as vezes que as ondas bateram com força, embora meu barco tivesse se movido, Ele esteve presente. Ele é o Deus de ontem que veio ao meu encontro, o Deus de hoje que tem nos sustentado e o Deus de amanhã em quem posso confiar.
Existe uma mulher com quem podemos aprender muito, seu nome é Kim Sunghae Cho, esposa do pastor David Yonggi Cho e conhecida por muitos como “Omani” (mãe em
coreano).

Embora Kim tenha desempenhado papéis diferentes ao longo de sua vida: esposa, mãe, pianista, compositora, professora de piano, presidenta da Universidade Hansei, escritora e pregadora, seu início não foi fácil. “No mar da vida, há tempestades que ameaçam…” (O Senhor está sobre as ondas, Kim Sunghae, 2013). Kim teve que enfrentar diversas tempestades que, às vezes, quase afundaram seu barco como: pobreza, doença, solidão, timidez, entre outras. Mas em meio a todas as circunstâncias, ela decidiu se apegar a Deus e confiar em sua graça. Ela entendeu que esses tempos de tempestade e dificuldade seriam uma bênção, se ela decidisse invocar plenamente o nome do Senhor.

 

Cada avanço implicava dificuldades, as mesmas que a levaram a aumentar o seu nível de oração e clamor, mantendo-se firme na promessa, sabendo que: Jamais afundaremos porque Ele se glorifica nas nossas dificuldades.

CONCLUSÃO

 

Você pode estar passando por uma tempestade neste momento e pode sentir que seu barco vai afundar, mas é nesse momento que você deve lembrar que, em meio à tempestade, é preciso contemplar o Senhor. Ele é quem te sustenta com Sua mão de poder. Fique firme em sua palavra e lembre-se que de joelhos vivemos o milagre de Deus, porque Ele sempre virá para nos ajudar. Deus não nos abandona no meio de uma tempestade!

 

Pastora Mariela

Versículo de estudio:

DESAFIO:

  • Leia os textos bíblicos acima, destaque as promessas e confesse-as em sua oração e durante o seu dia.